Nenhum comentário

Nem um Veterinário Mais

Nem um veterinário mais é um programa de saúde mental para profissionais

Criado em 2014, pela dra. Nicole McArthur, o Not One More Vet – NOMV, que em português significa Nem um Veterinário Mais, transformou-se, em poucos anos, em um projeto mundial.

Diante de estatísticas pesadas, que há mais de uma década indica altos índices de suicídio entre os profissionais da medicina veterinária. Não só os médicos, mas também auxiliares e colaboradores de apoio.

Como o NOMV (Nem um Veterinário Mais) começou?

Após o suicídio da renomada veterinária Dra. Sophia Yin muitas notícias e estudos começaram a surgir, apontando o isolamento vivido por veterinárias e veterinários ao redor do mundo. Por isso, Doutora Nicole criou um grupo no Facebook para conversar com colegas de profissão.

Logo percebeu que esse grupo preenchia uma lacuna importante, pois dava voz aos que estavam pedindo socorro e isso os ajudava a reerguer os ânimos.

No site está o objetivo principal, que afirma: “Not One More Vet (NOMV) está focado no bem-estar, saúde mental e intervenção de crise na comunidade veterinária.”

E acrescenta: “Transformaremos o status de bem-estar mental dentro da profissão para que os profissionais veterinários possam sobreviver e prosperar através da educação, recursos e apoio”.

“Desde 2014, temos sido pioneiros no apoio e mentoria on-line entre pares. Por exemplo, mais de 26.000 veterinários, pessoal de apoio e estudantes de veterinária de todo o mundo são membros dos grupos de apoio online da NOMV, tornando a NOMV o maior apoio veterinário do mundo”, completa o site.

Em 2017, o grupo foi transformado em uma instituição de caridade, sem fins lucrativos, oferecendo ferramentas e programas de apoio aos veterinários.

Logotipo do programa estadunidense Nem um Veterinário mais

Os programas oferecidos

Atualmente, a Nem um Veterinário Mais  tem quase 25.000 profissionais participando de sua página no Facebook e nos fóruns de apoio ao veterinário. A instituição, também, oferece diferentes programas de apoio aos profissionais..

Entre eles está o Programa de Rastreamento Interativo Veterinário (VISP). O VISP é uma ferramenta on-line que conecta direta e anonimamente profissionais veterinários em dificuldades com os conselheiros e recursos dos colegas, tudo sob a supervisão de profissionais da saúde mental.

Entre os programas educacionais está, por exemplo, a realização de webnars, conferências e cursos, com membros da diretoria da instituição, onde  falam extensivamente sobre assuntos como bem-estar veterinário e intervenção em crises.

Leia tambem: Dicas para controlar o medo de cães

Oferece também um programa em conjunto com o departamento de Trabalho Social Veterinário da Universidade do Tennessee, e com a Fundação Americana de Prevenção de Suicídios.

Desta forma, a Nem um Veterinário Mais – NOMV reúne o apoio de colegas, profissionais de saúde mental e uma ferramenta robusta validada por uma Fundação líder no campo da prevenção de suicídios.

No Brasil, muitos profissionais estão participando da NOMV. Por aqui, as estatísticas também são alarmantes, porém não existe um estudo mais atualizado.

Em julho de 2020, foi publicado artigo na Revista Clínica Veterinária, no entanto, os dados estatísticos utilizados são do período de 2006 a 2009 e estes, já eram pesados. Artigo publicado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária – CFMV, durante as ações do Setembro Amarelo, em 2019 comprovaram.

Eles apontam que “o suicídio laboral dos profissionais da saúde está muito relacionado com diferentes fatos. Assim, entre outros, estão: tempo de estudo, a excessiva jornada de trabalho, a baixa remuneração e à responsabilidade emocional de lidar com vidas. “

 Para conhecer os trabalhos e programas oferecidos pela Nem um Veterinário Mais – NOMV acesse:

Facebook = https://www.facebook.com/NotOneMoreVet/
Site = https://nomv.org/            

 

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu