Nenhum comentário

Acupuntura como terapia alternativa para os pets

Fernanda Baldy e a cachorra Bally em uma sessão de acupuntura - terapias alternativas
Dra. Fernanda e a labradora Bally

Há muito tempo que tutores – e seus pets – buscam por terapias alternativas à alopatia. Esta última utiliza medicamentos para gerar efeitos contrários aos da doença. Enquanto que as terapias holísticas e integrativas, buscam a causa, levando em conta o ser em todas as suas dimensões: corpo, alma,emoções e espírito.

Existem variadas técnicas holísticas que podem auxiliar no tratamento dos pets, como a homeopatia, acupuntura, musicoterapia, Reiki, florais de Bach, entre outras.

Aqui, abordaremos a técnica milenar chinesa da acupuntura, que auxilia na reabilitação de animais com paralisia e, tantas outras doenças, buscando capacitá-los para desenvolver sua autonomia e aumentar a qualidade de vida e felicidade dos pets e seus tutores.

A história da acupuntura

De acordo com um documento encontrado no Sri Lanka e datado de, aproximadamente, 3000 anos, a acupuntura era aplicada tanto em elefantes de trabalho, como em outros animais domésticos.

Na medicina tradicional chinesa, o tratamento de animais e humanos não é feito de forma diferente, pois, a busca é para a cura do ser vivo, não importando a espécie.

No Brasil, no entanto, essa terapia alternativa é recente, não chegando a 4 décadas. Desde que começou a ser aplicada, a acupuntura era procurada, geralmente, nos casos em que não havia progressos nos tratamentos pela medicina convencional.

Como funciona a acupuntura veterinária

É uma  técnica que, utilizando agulhas especiais, promove a estimulação de pontos específicos do corpo. Para sua indicação, são utilizados os diagnósticos da medicina tradicional (entenda-se como ocidental) e os ensinamentos  da medicina tradicional chinesa, que muitos chamam, ainda, de terapias alternativas.

A  Médica Veterinária doutora Fernanda Baldy é uma das entusiastas e referência na aplicação da acupuntura para as diversas patologias. Ela é graduada pela Universidade Federal de Lavras- MG, com pós-graduações em Dermatologia de pequenos animais, Medicina felina e em  Acupuntura Veterinária e Fitoterapia Chinesa. Também é proprietária da clínica VetIntegrativa, em Campinas – SP, e desenvolve seus trabalhos nas áreas de clínica médica e cirúrgica de pequenos animais, acupuntura, ozônio e oncologia veterinária.

Uma terapia alternativa para cães e gatos
A gata Sempronia tranquila durante a sessão

“Gosto muito de falar sobre essa matéria para que as pessoas entendam que, apesar da acupuntura ser bastante difundida como tratamento de dor e reabilitação, é, sobretudo, um excelente tratamento para muitas doenças”.

“Ela é o que nós chamamos de Medicina Interna, ou seja, as doenças crônicas que ocorrem nos órgãos internos do animal”, explica Dra.Fernanda.  Ela destaca ainda:  “Inclusive esses casos de medicina interna são, em número, superiores na minha rotina que os casos de dor, problemas de coluna, fraqueza muscular,  displasia coxofemoral – DCF. Eu tenho muitos pacientes com câncer e doenças renais crônicas – DRC que se mantém estáveis”, explica.

” Eles só tiveram todo o sucesso no tratamento que aplicamos devido a integração da acupuntura no tratamento deles”, completa Dr. Fernanda Baldy.

O tutor deve saber também que as agulhas utilizadas na acupuntura não contém medicamentos ou analgésicos. E, mesmo estando todo “espetado de agulhas”, seu pet não sentirá nenhuma dor, ao contrário, ficará bastante relaxado e confortável.

As principais indicações

A acupuntura utiliza-se dos pontos energéticos do corpo para estimular órgãos ou tecidos específicos. Por isso, quando enumeramos as principais indicações temos que incluir, obviamente, os casos de  reabilitação e, também, tratamento da dor, como: artrite, artrose, discopatia, displasia.

Temos ainda:

– Retenção/incontinência urinária; devido a compressão de alguns segmentos medulares

– Os casos de doenças neurológicas: como epilepsia, sequelas de cinomose e outros;

– Câncer:  nestes casos a acupuntura vai ter uma ação bem ampla. Vai trabalhar tanto no equilíbrio energético do paciente, como em várias questões diretamente relacionadas a progressão tumoral, a ocorrência de metástase etc.

– Doença renal; nestes casos é comum associar o tratamento com ozônio

– A dermatologia, também utiliza a acupuntura, e, com resultados muito bons para Atopia, que são tendências hereditárias a desenvolver manifestações alérgicas . Nestes casos é fundamental associar ao ozônio.

leia também: Displasia Coxofemoral

Para exemplificar a eficácia dessa terapia alternativa, a doutora Fernanda Baldy conta sobre o tratamento de um poodle, de 9 anos. O cão era muito bravo e chegou em sua clínica com leptospirose, um infecção renal muito grave e com grande risco de morte.

Acupuntura é ideal para todas as raças e tamanhos
O pug Snape em seu tratamento

“O pet não comia a quase uma semana e seu estado era crítico, além de contagioso. Foram feitas sessões diárias. Ele voltou a comer depois de dois dias, parou de vomitar e, em 15 dias estava clinicamente normal. Depois de 2 meses recebeu alta do meu tratamento, sem quaisquer sequelas renais da leptospirose.”, explica.

” Eu o atendia com focinheira, fazia acupuntura de luvas, e no terceiro dia ele já tinha forças para atacar a mim e a tutora. Era engraçada toda a valentia dele, no entanto, ao mesmo tempo, era tempo gratificante poder observá-lo, voltando a ser ele mesmo! “, comemora dra. Fernanda.

Em geral, as terapias alternativas não têm contraindicação, porém é imperativo que sejam realizadas por profissionais especializados, para não colocar em risco a saúde e bem-estar do pet .

Para conhecer mais os trabalhos da dra. Fernanda Baldy, acesse

Facebook https://www.facebook.com/pg/vetintegrativacampinas

Instagram https://www.instagram.com/fernandabaldyvet/

WhatsApp 19-991266228 – Campinas SP

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu